Sites Grátis no Comunidades.net

Ninjutsu Moderno 忍術


Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Votação
Em que aspecto o site está melhor elaborado?
Aprendizagem
Imagens/Apresentação
Extensão de informação
Facilidade de navegação
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (1070 votos)



ONLINE
2


Frase da Semana - “A vitória pertence àquele que acredita nela, e àquele que acredita nela por mais tempo.” - Pearl Harbor

A Espada e a Pena

Yin Yang

Normalmente, pela sociedade em geral, os artistas marciais são vistos como pessoas "embrutecidas", agressivas ou violentas, que só sabem "dar porrada nas outras pessoas"... Esta perspectiva geral deve-se muito ao comportamento de alguns artistas marciais, praticantes de desportos de combate ou de sistemas de luta. Mas também se deve ao desconhecimento quase completo deste meio por parte da sociedade... e claro, como em muitos casos, à falta de informação.

 

Pouca gente tem a noção de que não é bem assim como dizem... Tal como em todas as actividades, há bons e maus praticantes. E qualquer um, esteja ou não dentro do meio das artes marciais, saberá diferenciar uns dos outros.

 

Um bom artista marcial não deve conhecer só as formas de luta, as técnicas, os treinos e o ambiente dentro de um Dojo. Não deve estar nunca limitado ou obcecado apenas com a prática do seu sistema de luta.

 

Para ser aquilo que eu chamo um Guerreiro Total, devemos conhecer um pouco de tudo, pelo menos. Um pouco de todos os assuntos e matérias que existem. É bem verdade que o saber não ocupa lugar. E quanto mais soubermos, mais margem de manobra temos, mais poder adquirimos.

 

É muito importante ter um conhecimento geral do mundo e conhecimento específico em algumas áreas. Principalmente aquelas com que mais lidamos. Estamos constantemente a aprender como isto ou aquilo funciona... e não devemos nunca ignorar esse conhecimento ou esquecê-lo, pois por muito fútil ou inútil que pareça para nós, um dia poderemos precisar dele.

Técnicas de luta, psicologia, primeiros socorros, conhecimento de armas e seu funcionamento, técnicas de meditação, orientação, geografia, clima, informática, línguas, ciências, leis, política, religião, etc... Seja o que for, por mais que nos pareça absurdo ou sem utilidade, temos a obrigação, se queremos ser bons "guerreiros", de assimilar tudo o que vem até nós. E ter uma mente especialmente aberta para tudo.

 

Lembro-me que já me ensinaram algumas coisas sobre um assunto sobre o qual que me considerava meio céptico... Bruxaria. E porque não? Se posso conhecer o assunto, porque não hei-de conhecer, seja ou não farsa? Como eu disse, mente aberta para tudo.

 

O mesmo vale para a educação. A forma como lidamos com as outras pessoas é importante, pois lidamos com outras pessoas todos os dias. E muitas vezes, não é pelo facto dos outros serem mal educados ou rudes que tenhamos que o ser também, descendo a níveis que não combinam connosco. Temos que saber avaliar todas as situações caso a caso. E mostrar que os artistas marciais não são os "brutamontes" que muita gente fala por aí. Mostrar que para além de guerreiro, somos cavalheiros. Inteligentes, cultos e fortes.

 

Ser um artista marcial é ser uma pessoa nobre, com convicções fortes mas flexíveis, com determinação para chegar ao fim de tudo a que se propõe, com a maior eficácia possível. É ser uma "esponja" de conhecimento, não só de técnicas marciais, mas de tudo o que o rodeia.

 

Ter cursos, conhecimentos, conhecer matérias, pessoas, culturas, formas de fazer, procedimentos... O Guerreiro Total é como um supercomputador com uma memória gigantesca que regista, instala e faz correr tudo conforme a necessidade.

 

Não somos máquinas, mas somos melhores que um computador.

 

E como diz a minha frase favorita, "A Espada e a Pena devem caminhar juntas".

 

Back

 

Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net